segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Carnaval no JI e EB1 Raul Lopes

 As crianças do JI Raul Lopes e alunos da EB1 Raul Lopes comemoraram o Carnaval na escola, respeitando os temas "Pequenos Jardineiros" e "Rio Nabão".


Estão de parabéns alunos, educadores, professores, assistentes operacionais e famílias que em conjunto trabalharam para que o sucesso do desfile. 




↓ Mais fotos nesta pasta: ↓
Carnaval JI e EB1 Raul Lopes




terça-feira, 20 de fevereiro de 2024

Escritor do mês - fevereiro

O escritor do mês é…

Quem será o escritor do mês de fevereiro, selecionado pela biblioteca da EDNAP?

Nasceu no Porto em 1951.

O autor do mês de fevereiro

Publicou o seu primeiro livro em 1982 e tem uma vasta e diversificada obra (poesia, peças de teatro e sobretudo narrativa) para crianças e jovens, que se caracteriza pela originalidade e invenção, quer na escolha dos temas quer no seu tratamento. Várias das suas publicações integram o Plano Nacional de Leitura.

É também autor de poesia, de um notável estudo sobre futebol, de crónicas para adultos (muito centradas numa visão simultaneamente psicológica e antropológico-cultural do chamado desporto-rei), e ainda de guiões para séries de televisão.

Têm-lhe sido atribuídos vários prémios, entre os quais, se destacam os atribuídos pela Associação Portuguesa de Escritores e pelo Ministério da Cultura e o Grande Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens.

É autor de títulos curiosos como: Maldita Matemática!; Picasso e Van Gogh: Quem Fala Assim Não é Gato; O amor faz-te mal, Valentim, da coleção “Crónicas do Vampiro Valentim”; A Bela Horrível, volume de “Triângulo Jota”, coleção em que predominam os enredos policiais; Filhos da mãe, um dos volumes de “Passagem Secreta”, coleção de mistério e humor; e, para quem gosta de futebol, Não façam a bola chorar, da colecção “Os Indomáveis F.C” ou O futebol ou a vida da coleção “Os invisíveis”, em que os protagonistas são três jovens, um do Sporting, outro do Benfica e outro do F.C. do Porto, ou Socorro, a minha mãe está avariada!, da coleção “O Estranhão”.

Estamos a falar de ÁLVARO MAGALHÃES.

Se achas que não gostas de ler, experimenta um dos seus livros e verás que não te vais arrepender!

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2024

Solidariedade com a APAT

Na última semana do 1º semestre, decorreu, na EDNAP, a cerimónia de entrega dos donativos oferecidos à Associação Protetora dos Animais de Tomar, resultantes da realização da atividade “Marché aux Puces”. O lucro obtido permitiu a compra de várias dezenas de latas de comida para cães e gatos e, ainda, de produtos de limpeza, de acordo com as prementes necessidades da APAT, sugeridas pela sua presidente.


Uma vez mais, agradecemos o envolvimento de todos, alunos, professores e encarregados de educação no sucesso desta atividade e a “lição” de solidariedade, empatia e cidadania que “nortearam” a sua realização.

À D. Teresa, presidente desta Associação e que cessou funções, após vários e longos anos de entrega aos animais abandonados, deixamos, igualmente, o nosso agradecimento e desejamos as maiores felicidades.


quinta-feira, 1 de fevereiro de 2024

AENSM no 3º ciclo de Avaliação Externa

Notas prévias

A Avaliação das Escolas pretende dar resposta a dois desígnios essenciais por parte da tutela relativamente às Instituições Escolares Públicas (de Ensino não Superior). A saber:

  • a melhoria da eficiência e da eficácia do serviço educativo
  • a responsabilização e a prestação de contas dos resultados

Este “Processo de Avaliação das Escolas” funda-se numa série de indicadores agrupados em dois momentos, que correspondem a duas perspetivas sobre as instituições avaliadas:

  • Autoavaliação (realizada pela instituição)
  • Avaliação Externa (da responsabilidade da IGEE)

O Agrupamento de Escolas Nuno de Santa Maria (AENSM) viveu o seu terceiro momento de Avaliação Externa das Escolas, de acordo com o definido na lei e respeitando a calendarização definida pela Inspeção Geral da Educação e Ciência (IGE).

Inspetora Isabel Barata explicando o processo de Avaliação Externa


Apresentação do Agrupamento

Um dos momentos mais interessantes deste processo de Avaliação Externa (entre 8 e 15 de janeiro) foi a Apresentação do Agrupamento, que decorreu no anfiteatro da Esc. Sec. Santa Maria do Olival, no dia 10 de janeiro de 2024.

Perante a equipa de avaliadores externos, num auditório completamente cheio de elementos da comunidade educativa (professores, funcionários, alunos, ex-alunos, pais, encarregados de educação, representantes da comunidade envolvente, entidades parceiras) e com a presença de vários órgãos de Comunicação Social (locais e regionais), esta apresentação foi uma espécie de “prestação pública de provas” do Agrupamento Nuno de Santa Maria.

Auditório da ESSMO completamente cheio

Foi um momento (cerca de 1 hora) em que a diretora do AENSM, Maria Celeste Sousa, pôde apresentar, com grande eficácia, o que de melhor se vai fazendo nas diversas Escolas do Agrupamento e pelos diversos atores da Comunidade Educativa.

E a verdade é que nem sempre os envolvidos mais de perto conseguem ter o distanciamento necessário para tomar consciência do muito e do muito bem que se faz no AENSM. Se é certo que foi uma “prestação pública de provas”, foi também um “reconhecimento público da excelência” e, para muitos, uma “consciencialização individual do trabalho realizado”.

Celeste Sousa a apresentar o AENSM

Começando com uma “Caracterização” breve do Agrupamento e das suas diversas escolas e população, Celeste Sousa passou depois os resultados do processo de “Autoavaliação” onde recordou os diversos e múltiplos instrumentos de autoavaliação aplicados bem como o balanço possível de se fazer com os dados obtidos. Foi então ocasião para se pronunciar sobre o domínio da “Liderança e Gestão”, referindo os principais documentos que orientam e balizam o serviço educativo no agrupamento e deixando clara a visão que a Direção tem para o serviço educativo que pretende prestar.

De seguida, abordou a “Prestação do Serviço Educativo” e divulgou o muito que este agrupamento (escolas, professores, pais, funcionários, alunos, parceiros locais) faz pela educação e pelo ensino em Tomar. A Diretora do AENSM orientou a sua apresentação pelos referentes deste domínio: Desenvolvimento Pessoal e Bem Estar; Oferta Formativa; Estruturas Intermédias; Ensino e Aprendizagem; Recursos Educativos; Envolvimento das Famílias na Vida Escolar. Terá sido neste domínio que a vida quotidiana das escolas do agrupamento se revelou ainda mais impactante e significativa para a construção de uma comunidade mais informada, mais consciente, mais crítica e mais comprometida; enfim, tudo o que se poderia esperar de um verdadeiro “Serviço Educativo” prestado com grande empenho e dedicação.

Os inspetores externos atentos à Apresentação

Terminou a apresentação do agrupamento com uma referência aos “Resultados”. Os resultados académicos (internos e externos) demonstraram, com recurso a dados estatísticos nacionais que o AENSM está, em todos os indicadores, nos valores de referência ou, frequentemente, melhor que as médias distritais e nacionais. E ficou claro que seja nos Exames Nacionais, nas Provas de Aferição, nos Testes Internacionais, nos Percursos Diretos de Sucesso ou nas Taxas de Abandono e Desistência, o Agrupamento Nuno de Santa Maria nada tem onde se envergonhar.

E porque os resultados de um serviço educativo moderno e comprometido não se esgota em testes, exames e notas, foram prestadas contas relativamente aos inumeráveis projetos e atividades a decorrer nas escolas do agrupamento.  A sua enumeração seria, certamente, fastidiosa; não por falta de interesse, mas por abundância de número.

O anfiteatro foi muito pequeno

Foi, de facto, uma “Apresentação” notável que mereceria ser repetida para um público mais alargado.


Alguns esclarecimentos complementares

O processo de Avaliação Externa das Escolas do Ensino Básico e Secundário (AEE) é um processo da responsabilidade da Inspeção Geral da Educação (IGE), iniciado em 2006, e que se repete em todas as escolas públicas, de quatro em quatro anos.

O primeiro ciclo foi concluído em junho de 2011, tendo sido avaliadas 1131 escolas / agrupamentos. O segundo ciclo, iniciado em novembro de 2011, terminou em 2017 abrangendo 824 agrupamentos/escolas. Em 2019 iniciou-se o terceiro ciclo da Avaliação Externa das Escolas (mas com evidentes condicionantes por conta da pandemia vivida entre 2020 e 2022).

No terceiro ciclo avaliativo (no qual nos encontramos) as Escolas são avaliadas em quatro domínios:

  • Autoavaliação
  • Liderança e gestão
  • Prestação do Serviço Educativo
  • Resultados

que se subdividem, por sua vez, em diversos “campos de análise”, “referentes” e “indicadores”.

Os resultados deste “Terceiro Ciclo da Avaliação Externa” podem ser consultados (assim que estejam disponíveis) publicamente no site da IGEC.

A Cmunicação Social esteve presente e acompanhou com interesse



Hiperligações

Site do IGEC

IGEC > Publicações > Relatórios Individuais > Santarém > Tomar


Reportagem em vídeo feita pela “Hertz TV”:

Hertz TV (youtube)


Notícia no jornal “Mirante”:

Jornal Mirante


Notícia no jornal “Cidade de Tomar”:

Jornal Cidade de Tomar


Tudo começou com o "Hino do AENSM"






quarta-feira, 31 de janeiro de 2024

Lanche Ajantarado de Natal com Amigos

Foi no dia 20 de dezembro, último dia de aulas antes do Natal, que os professores, funcionários, técnicos e outros membros da comunidade escolar, se juntaram para um “lanche ajantarado de Natal”.

Lanche ou Jantar? A mesa estava posta...

É uma tradição, desde há muitos anos, celebrar o espírito de amizade e cooperação, juntando à volta de uma mesa e de uma festa natalícia, os diversos atores do AENSM.

A "Prata da Casa"

Este ano, para além da “Prata da Casa” (conjunto de alunos e professores que se juntam para cantar e fazer música), tivemos um “Corpo de Bailado” (conjunto de “mães-natal” que gostam de dançar) que deu uma outra vida e um outro significado à música “Last Christmas, I gave you my heart”. E tivemos também muitos sorrisos e muitas expressões felizes que encheram a sala e decoraram as mesas.

O "Corpo de Bailado"

Cada um trouxe algo para o lanche ou para o jantar e as mesas compuseram-se como se tratasse mesmo de uma ceia de Natal. Foi bonito!

Provando receitas.

Mas talvez o mais bonito tenha sido o ambiente, a boa-disposição e a homenagem que se fez aos profissionais que se aposentaram em 2023.

Sorrisos Natalícios

Registem-se os nomes, para memória futura e homenagem presente (por ordem de data de aposentação). 

Os docentes:

  • Maria Teresa Lopes Alcobia Atalaia (Grupo 610)
  • Ana Isabel Coelho Bastos Quádrio Merino (Grupo 500)
  • Rosa Maria Torres Graça Godinho (Grupo 110)
  • Maria de Lurdes Fernandes Matos (Grupo 500)
  • Maria do Céu Graça Baião (Grupo 300)
  • Isabel Maria Silveira Rodrigues (Grupo 330)
  • Maria da Conceição Costa Silva (Grupo 110)
  • Rui Alberto Nunes Sousa Machado (Grupo 300)
  • Maria Manuela Valente Lopes Madeira (Grupo 500)
  • Maria Teresa Alves Sousa Castro Lousada (Grupo 500)
Alguns dos homenageados

Os “não docentes”:

  • José António Gonçalves Santos Godinho
  • Laura da Conceição Nogueira
  • Renato Salgueiro Dias Margarido
Uma excelente equipa de apoio

A todos estes profissionais, a diretora do AENSM Celeste Sousa manifestou o seu agradecimento e reconhecimento pelo trabalho desenvolvido e fez ainda uma breve resenha do percurso profissional de cada um.

Uma bela noite!


O lanche prolongou-se pela noite dentro, e era já tarde quando os últimos saíram da sala polivalente da ESSMO. Ouvia-se aos que iam saindo: “Foi uma noite muito bonita.”, “Gostei muito!”, “Andávamos a precisar de nos divertirmos assim.”

E foi! Foi uma noite bem passada entre amigos e gente que se quer bem.

Até para o ano.




↓ Mais fotos nesta pasta: ↓
Jantar de Natal